Receba conteúdo florestal grátis toda semana

Arborização

Cidades brasileiras que plantam uma árvore para cada bebê que nasce

Cada bebê que nasce nas cidades de Itaperuna, no Rio de Janeiro e Passo Fundo no Rio Grande do Sul ganham uma árvore com seu nome. Segundo a prefeitura de Passo Fundo o programa "Uma Criança, uma árvore" já plantou mais de seis mil árvores na cidade. Além de fazer uma homenagem a cada criança nascida com o plantio de uma árvore nativa , a intenção de arborizar a área urbana do município e criar uma ação permanente de preservação do meio ambiente.

"Como benefícios, a arborização traz o aumento da umidade relativa do ar, atenuação sonora, maior conforto térmico e a valorização imobiliária da área”, afirma o gerente do Programa, Armando Ferreira da Fontoura, em entrevista ao O Nacional.
Também em Itaperuna, uma das cidades mais quente do Rio de Janeiro, para cada criança que nasce, uma árvore da flora brasileira é plantada. Lá, o programa foi criado este ano com o objetivo de mostrar como a arborização influencia na qualidade de vida. No momento da inscrição do pré-natal da gestante, durante o Teste do Pezinho ou na sala de vacinação, os pais podem assinar um termo de adesão da iniciativa. O plantio fica por conta dos técnicos da prefeitura e a família recebe um certificado com o nome da criança, data de nascimento, nomes popular e científico da árvore e sua localização. 
Na verdade, queremos que a geração dessas crianças tenha mais sensibilidade quanto à proteção do meio ambiente, desde o seu nascimento, despertando a afinidade e o cuidado com as árvores e a natureza“, afirmou Alair Ignácio, Secretário do Meio Ambiente, em entrevista ao G1.
Existem iniciativas semelhantes as cidades de Clevelândia (PR), Diamantina (MG), Guarapari (ES), Ituverava (SP), Passos (MG), Penápolis (SP), São Caetano do Sul (SO), São José do Rio Preto (SP), Sorocaba (SP), Tramandaí (RS) e Nossa Senhora dos Remédios (MG).
Informações do G1, O Dia e O Nacional




por: Alinne Santos

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.