Receba conteúdo florestal grátis toda semana

Herbário

Herbário digitaliza 1,2 milhão de amostras

O herbário virtual instituído pelo programa Plantas do Brasil: Resgate Histórico e Herbário Virtual para o Conhecimento e Conservação da Flora Brasileira (Reflora), superou a casa de 1,2 milhão de imagens de plantas da biodiversidade brasileira e estrangeira digitalizadas. Instalado, fisicamente, no Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), oferece acesso, online, a pesquisadores e à população em geral, do Brasil e do exterior.

Ferramenta incorpora mil lâminas por dia. Conta com a colaboração de instituições semelhantes nacionais e do exterior

A ferramenta incorpora cerca de mil lâminas por dia, pois conta com a colaboração de 18 herbários nacionais e de instituições semelhantes no Reino Unido, França e Estados Unidos. Desde 2014, o herbário passou a publicar imagens e dados de acervos nacionais. Com o apoio do Inventário Florestal Nacional (IFN), do Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) e do próprio Reflora, vários herbários brasileiros estão recebendo estações fotográficas e treinamento para digitalizar as imagens dos espécimes.

INFORMAÇÃO EM REDE

Iniciativa do governo brasileiro, o herbário foi lançado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que levou uma década para dar início ao projeto em função do alto custo de armazenamento, o que o tornava inviável à época, explica a coordenadora do Reflora, Rafaela Campostrini Forzza. Coordenado pelo Jardim Botânico do Rio, o Reflora visa digitalizar as imagens e os dados das amostras de plantas brasileiras que estão em herbários estrangeiros, no herbário do próprio JBRJ e em outras unidades do País, e abrir o acervo online, livremente, a quem dele necessitar.

Segundo Rafaela Forzza, isso facilitará muito o trabalho de pesquisa e de identificação das espécies da flora do Brasil, suas características, onde ocorrem ou ocorreram, entre outras informações. “É por isso o projeto tem grande importância para as ações de conservação da nossa biodiversidade”, insiste.

O projeto existe desde 2010 e, agora, contará com o apoio financeiro do governo do Reino Unido, por meio do Fundo Newton. A coordenadora do Reflora lembra que o trabalho de identificação e digitalização é considerado importante não só para o Brasil, mas também para os ingleses, que assumiram compromissos junto à Comissão sobre Diversidade Biológica (CDB).

REPATRIAMENTO

Nesse sentido, no final de junho, foi assinado acordo com o governo britânico permitindo, inclusive, que parte do acervo do Real Jardim Botânico de Kew, no Reino Unido, seja muito melhor conhecida. A coleção de Kew abriga dezenas de milhares de amostras de plantas colhidas no Brasil há mais de três séculos e o material que está sendo preparado para o Herbário Virtual chega aos seis dígitos.

O repatriamento dessas amostras vem sendo negociado por pesquisadores brasileiros desde a década de 1970”, disse a coordenadora. O herbário é formado por fotos de plantas desidratadas e prensadas, muitas delas colhidas entre os séculos XVII e XIX.

Como a base física está instalada no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, a instituição é a responsável pelo recebimento das imagens e transcrição dos dados. Assim, tanto as imagens e as informações textuais provenientes do repatriamento, quanto os dados decorrentes do acervo do herbário do JBRJ estão com acesso aberto na internet.

INVESTIMENTOS

De acordo com a direção do JBRJ, já foram investidos R$ 7 milhões de fontes financiadoras brasileiras, privadas e públicas, como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), para bolsas e estadia de pesquisadores brasileiros para esse trabalho de separação, identificação e digitalização de exsicatas (amostra de planta prensada e seca em estufa, depois fixada em cartolina, com etiqueta ou rótulo contendo informações sobre o vegetal e o local de coleta) nos herbários parceiros.

Foram realizados, também, investimentos em infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação para a transferência, armazenamento e a disponibilização dos dados online, com qualidade, no Brasil.

Entre os investimentos está o custeio da equipe de captura de metadados e controle de qualidade de dados, bem como do pessoal encarregado da manutenção do site, dos bancos de dados, do software para a captura de dados, totalmente desenvolvido no Brasil e modificado de acordo com as necessidades do programa Reflora.











por: Alinne Santos

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.