Receba conteúdo florestal grátis toda semana

cnpq

Engenheiro Florestal Brasileiro identifica a maior árvore do mundo

Matheus Nunes, que faz doutorado na Universidade de Cambridge, pesquisa os impactos das mudanças climáticas nas florestas do planeta. Descoberta foi feita em área de conservação da Malásia.
Nas pesquisas sobre os impactos das mudanças climáticas nas florestas do planeta, o engenheiro florestal Matheus Nunes descobriu a maior árvore tropical do mundo. Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), Matheus faz doutorado no Departamento de Plant Sciences da Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

Árvore descoberta por bolsista do CNPq na Malásia tem 90,6 metros.
Crédito: Arquivo pessoal
As informações obtidas a partir de sensoriamento remoto com um instrumento chamado Lidar indicavam a existência de árvores muito altas em lugares com nenhum histórico de intervenção humana. Foi assim que Matheus e um geógrafo, também da Universidade de Cambridge, partiram para a área de conservação Maliau Basin, na ilha de Borneo, na Malásia.
"Não só encontramos como também validamos duas árvores vizinhas, do gênero Shorea, cujo nome popular é Dipterocarpo. Elas batem em 2 metros e 30 centímetros o recorde mundial encontrado em 2007 de árvores tropicais mais altas do mundo, identificado por americanos em Tawau Hills Park, no estado de Sabah, na Malásia. A mais alta mede 90,6 metros e a segunda, 89,5 metros", comemora Matheus.

Segundo ele, a grande proximidade entre as duas árvores pode explicar como fatores ambientais ou genéticos têm influência na altura das espécies.

"Descobrir o ser vivo mais alto do mundo tropical significa construir um interesse público, entusiasmo e apreciação pelas árvores. Maliau Basin é considerada uma área de extrema importância para a conservação da biodiversidade do planeta e levantá-la ao status de floresta tropical mais alta do mundo a partir da descoberta destas duas árvores implicará em mais recursos e maior valorização de toda a região." 


por: Lucas Monteiro

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.