Nova ferramenta online da EMBRAPA auxiliará na recuperação de 12 milhões de hectares de áreas degradadas - Florestal Brasil

Receba conteúdo florestal grátis toda semana

Acordo de Paris

Nova ferramenta online da EMBRAPA auxiliará na recuperação de 12 milhões de hectares de áreas degradadas


Uma nova plataforma está disponível, a partir desta semana, para auxiliar o Brasil no cumprimento do Acordo de Paris quanto à meta de recuperação de 12 milhões de hectares de áreas degradadas. Trata-se de uma página na internet sobre a Lei de Proteção da Vegetação Nativa (Lei 12.651, de 25 de maio de 2012), que ficou conhecida como novo Código Florestal. A página reúne informações para facilitar o entendimento da lei e conteúdos técnicos para a recuperação de áreas.
Lançada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente e o Serviço Florestal Brasileiro, a plataforma reúne, entre as informações, estratégias e experiências já realizadas. Também é possível encontrar sugestão de espécies de plantas nativas para plantio e soluções tecnológicas da Embrapa e parceiros, além de boas práticas agrícolas que contribuirão para o alcance do desenvolvimento sustentável da propriedade rural nos diferentes biomas.
Segundo a secretária interina de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do MMA, Juliana Simões, o principal objetivo da plataforma é a divulgação de informações para que os produtores rurais possam se adequar ao novo Código Florestal. “Lá, eles encontrarão orientações sobre quais as melhores espécies, mais adequadas e adaptadas a cada região, a época para plantar, além de contatos de viveiros de mudas”, explica Juliana.
“Trata-se de uma plataforma de fácil navegação, amigável e didática. Será muito útil na formação dos técnicos extensionistas rurais, técnicos dos estados e prefeituras e demais profissionais que prestam apoio aos produtores rurais, além dos próprios produtores rurais”, completou a secretária interina.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente e Embrapa

por: Unknown

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.