Receba conteúdo florestal grátis toda semana

Coleção

Livretos sobre comunidades quilombolas já estão disponíveis na internet

Estão disponíveis no site do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) 31 dos 90 livretos que serão publicados até o fim deste ano, com as principais informações sobre diferentes comunidades quilombolas do país. O projeto pretende dar mais visibilidade às comunidades, identificar comportamentos e costumes, além de chamar atenção para a questão da luta pela terra, já que a maioria desses povos não possui título da propriedade em que vive muitos desde a época da escravidão.
Essa é uma parceria do Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural do Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Nead/Sead), com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Incra.
Capas dos livretos com informações sobre diferentes comunidades quilombolas do país
Fonte: MDA.gov 

O projeto "Formulação de uma linguagem pública sobre comunidades quilombolas" foi estruturado em cinco etapas: análise e sistematização do material; elaboração de fascículos com as informações principais sobre cada comunidade; criação do banco de dados; seminários sobre o tema; e um livro com todos os dados da pesquisa reunidos por região e características. Os livretos são, na verdade, um manual de apresentação das comunidades quilombolas em situação de regularização territorial, com uma linguagem simples e atrativa.

Segundo a coordenadora do projeto pela UFMG, Lilian Gomes, os livretos foram baseados nos Relatórios Técnicos de Identificação e Delimitação (RTIDs), do Incra, no entanto, com uma nova metodologia que facilita o entendimento. "Os RTIDs são peças técnicas, feitas por antropólogos, e sempre pediram por algo que fosse mais compreensível. Agora, teremos à disposição um material mais enxuto, colorido, com fotos e com um conteúdo equilibrado, sem ser infantilizado, sério, mas compreensível", explicou Lilian.
A Coleção Terras de Quilombos reúne um conjunto de narrativas a respeito da formação, do modo de vida e das lutas travadas por comunidades quilombolas brasileiras para se manter em seus territórios tradicionais. Em cada livreto, uma comunidade quilombola é apresentada em sua singularidade.

Ao todo, a Coleção oferece um panorama da diversidade de trajetórias vividas por ex-escravizados para conquistar a sua independência e se estabelecer na terra autonomamente. 

Essa Coleção é fruto da parceria entre INCRA, MDA e UFMG para sistematizar e dar publicidade às informações contidas nos Relatórios Técnicos de Identificação e Delimitação (RTID), em muitos casos ignoradas pela historiografia oficial. Esse material, registrado no âmbito dos processos administrativos do INCRA, foi transposto para uma linguagem acessível, com o apoio de diversos colaboradores, destacando-se os autores das etnografias dos RTIDs.

Os volumes estão organizados por ano de publicação:
(Click no link abaixo)



Fonte:  Camila Costa (adaptado) www.mda.gov.br e www.incra.gov.br



por: Alinne Santos

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.