Receba conteúdo florestal grátis toda semana

[Curiosidade]

Por que o pinheiro é a árvore de natal?

A árvore de Natal é uma das mais populares tradições associadas com a celebração do Natal. É normalmente uma árvore conífera de folhas perenes (um pinheiro). No Brasil por ser dificil encontrar árvores de pinheiro, é comum que use-se principalmente árvores de plástico. Como parte da tradição, enfeita-se a árvore com bolas coloridas e outros adornos natalinos, como o sino de Natal.

Porém, de onde vem a tradição de usar um pinheiro para celebrar o Natal?

Há muitos sécuos já os povos germânicos usavam um pinheiro para celebrarem o solstício de Inverno no dia 21 de Dezembro de cada ano: segundo a mitologia desses antigos povos, o pinheiro sempre verde simbolizava a energia vital e lembrava aos homens que, mesmo em pleno inverno, a natureza não está morta e se prepara para iniciar um novo ciclo de vida.

Mais tarde, quando da expansão do cristianismo na Europa, esta festa do dia 21 de Dezembro foi adaptada aos usos cristãos, e assim o pinheiro entrou nas nossas casas, transformando-se em árvore de Natal.

Nas vésperas do solstício de inverno, os povos pagãos da região dos países bálticos cortavam pinheiros, levavam para seus lares e os enfeitavam de forma muito semelhante à que se faz nos atuais dias. Essa tradição passou aos povos Germânicos, que colocavam presentes para as crianças sob o carvalho sagrado de Odin.

No início do século VIII, o monge beneditino São Bonifácio tentou acabar com essa crença pagã que havia na Turíngia, para onde fora como missionário. Com um machado cortou um pinheiro sagrado, que os locais adoravam no alto de um monte, e como teve insucesso na erradicação da crença, decidiu associar o formato triangular do pinheiro à Santíssima Trindade e suas folhas resistentes e perenes à eternidade de Jesus. Nascia aí a Árvore de Natal.

A maior árvore de Natal do mundo fica em Dortmund, Alemanha.
A primeira árvore de Natal foi decorada em Riga, na Letónia, em 1510. Acredita-se também que esta tradição começou em 1530, na Alemanha, com Martinho Lutero. Certa noite, enquanto caminhava pela floresta, Lutero ficou impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. As estrelas do céu ajudaram a compor a imagem que Lutero reproduziu com galhos de árvore em sua casa. Além das estrelas, algodão e outros enfeites, como velas acesas para mostrar aos seus familiares a bela cena que havia presenciado na floresta.

Há outras versões, porém, segundo as quais a moderna árvore de Natal teria realmente surgido na Alemanha entre os séculos XVI e XVIII. Não se sabe exatamente em qual cidade ela tenha surgido. Durante o século XIX a prática foi levada para outros países europeus e para os Estados Unidos. Apenas no século XX essa tradição chegou à América Latina.

Atualmente essa tradição é comum a católicos, protestantes e ortodoxos.

Fonte: [1] [2] [3]

por: Lucas Monteiro

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.