Receba conteúdo florestal grátis toda semana

[Superação]

Jovem de 14 anos gerou energia com invenção feita de sucata

Quando tinha somente 14 anos, o inventor malauiano William Kamkwamba construiu para sua família um moinho gerador de eletricidade usando peças de ferro velho e seguindo um livro que encontrou na biblioteca.


A história de William Kamkwamba é uma daquelas capazes de inspirar até mesmo os sonhos mais improváveis. O rapaz, filho de humildes camponeses do Malaui, um país da África Oriental, viveu uma vida inteira de privações e escassez de recursos.

Em 2001, a vida, que já era difícil, ficou ainda pior quando a região onde William vivia com sua família foi atingida por uma seca terrível. A dureza das condições levou muitas pessoas à morte por falta de água e comida. O jovem e sua família, com muito esforço, conseguiam obter uma única refeição por dia.
William Kamkwamba trabalhando em seu projeto

Apesar de todos estes obstáculos, o jovem fez o que pôde para poder continuar estudando. Entretanto, a situação piorou de tal modo que, em dado momento, seus pais não tiveram os oitenta dólares para matriculá-lo na escola.

Diante de tal situação, William resolveu frequentar a biblioteca no intuito de educar a si mesmo. Rapidamente, sua vontade de aprender conseguiu superar até mesmo a barreira do idioma. (Os livros eram escritos em inglês e ele não sabia nada do idioma).
Foi quando ele encontrou esquemas e diagramas que ensinavam como um moinho de vento conseguiria bombear água e, posteriormente, gerar energia elétrica. Com materiais encontrados no ferro-velho e no lixo, Willian levou à diante um plano que, se tudo corresse bem, resultaria na salvação de sua vila.

O jovem construiu um gerador eólico usando apenas sucada
Assim, com partes de bicicletas e outras peças velhas e enferrujadas, o jovem inventor construiu um pequeno moinho que, inicialmente, tinha potência para ligar alguma lâmpadas e rádios em sua casa. Logo depois, seu projeto evoluiu e ele pôde finalmente construir um moinho capaz de bombear a água que irrigaria toda a vila.




A história do jovem passou a ser comentada em vários lugares, servindo de inspiração para todos aqueles que enfrentam adversidades todos os dias.

A história de William Kamkwamba inspirou a produção do filme "O menino que Descobriu o Vento" (2019) , novo filme da Netflix. Atuado e dirigindo por Chiwetel Ejiofor, o filme conta a história real de William Kamkwamba (Maxwell Simba), um garoto de um vilarejo em Malaui, na África, que, através de um livro de ciências, acabou criando uma bobina eólica para ajudar seu pai (Chiwetel Ejiofor) e os outros fazendeiros nas colheitas.               


Em uma palestra recente William deixou uma mensagem bastante inspiradora:

“Eu gostaria de dizer uma coisa para todas as pessoas por aí afora, como eu, para os africanos e para os pobres que estão lutando pelos seus sonhos: confie em você e acredite. Não importa o que aconteça, não desista.”

Assista a palestra completa de Wiliam no TED Talks




s

Gostou, deixe seu comentário e compartilhe a postagem

por: Lucas Monteiro

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.